01/03/2021

Freud, Lacan e o chiste: a dimensão do prazer e do significante

 

Capa do livro: FREUD, LACAN E O CHISTE: <br>a dimensão do prazer e do significanteResumo 

Para Jacques Lacan, a técnica do chiste é igual à técnica do significante. Para o autor francês, no que concerne ao chiste, a técnica do significante possui uma dimensão mais essencial que a dimensão do prazer. Vale a lembrança de que, para Sigmund Freud, a produção de prazer é tida como a principal característica do chiste. Uma análise do conceito de prazer, passando pelo seu mecanismo no chiste, além de um estudo acerca das relações entre o significante lacaniano e o Witz freudiano nos possibilitará uma maior compreensão acerca da importância destas duas dimensões. A constatação de um certo “silêncio” da parte de Lacan no que diz respeito ao aspecto “econômico” do prazer, certamente nos ajudará a esclarecer a sua posição. Sustentamos, portanto, mesmo reconhecendo a importância da dimensão do significante, que o prazer, tal como Freud o aborda, não perde a sua dimensão essencial no que se refere ao chiste e suas relações com o inconsciente.

Nº de pág.: 142

ISBN Digital: 978-65-5868-747-4 

ISBN Físico: 978-65-5868-748-1

DOI: 10.24824/978655868748.1

https://www.editoracrv.com.br