23/03/2021

Chamada de Dossiê da Revista Apoena: "Benedito Nunes Filósofo, Teórico da Literatura, Crítico Literário e Intérprete da Amazônia"

 

Para rememorar os 10 anos de falecimento de Benedito Nunes, fundador do curso de Filosofia da UFPA, a Revista Apoena (ISSN: 2596-1632), vinculada à Faculdade de Filosofia e ao Programa de Pós-Graduação em Filosofia da UFPA, propõe a publicação de um Dossiê para rememorar o seu pensamento e a sua atuação docente: “Benedito Nunes Filósofo, Teórico da Literatura, Crítico Literário e Intérprete da Amazônia”, sob coordenação do Prof. Dr. Ernani Chaves, lançando também a chamada para a submissão de artigos para este Dossiê.

Benedito José Viana da Costa Nunes ou, simplesmente, Benedito Nunes, é um dos mais importantes filósofos brasileiros. Filosofia, entendida aqui numa necessária conexão com o campo das artes e da literatura em especial. Assim, Benedito Nunes não se tornou apenas um intérprete fundamental de Heidegger, Sartre e de Ricouer, por exemplo, mas um teórico e crítico literário que deixou obras e ensaios de referência sobre Clarice Lispector, Oswald de Andrade, Fernando Pessoa, Guimarães Rosa, Machado de Assis, Max Martins, Dalcídio Jurandir e Mario Faustino, dentre outros.  Além disso, é importante ressaltar sua atuação como docente, assim como o modo como pensou os problemas da Amazônia em diversos textos, um aspecto de sua obra ainda pouco estudado.

É justamente num ensaio sobre Guimarães Rosa, que ele pode refletir sobre a relação entre a filosofia e outros campos do saber, o que poderíamos tomar como uma espécie de síntese de seu próprio trabalho:

“Refletir filosoficamente é sempre colocar o objeto sob a multiplicidade dos nexos que o sustentam. Se a filosofia é abrangente, o seu ângulo de abertura depende, em parte, das disciplinas, que podem considerar diversas espécies de conexões. Num encontro interdisciplinar como este, a função da filosofia talvez seja trazer à consideração, sob a forma de um não apenas isto, mas também aquilo, a cláusula do ideal da inclusividade”.

Para consultar as normas da revista: https://www.revistaapoenaufpa.com.br/normas 

Para saber como submeter, acesse: https://www.revistaapoenaufpa.com.br/submiss%C3%A3o