06/05/2021

Dossiê temático: Fronteiras do agir entre arte, filosofia e política - Areté - International Journal  of Philosophy, Human & Social Sciences

Università degli Studi Guglielmo Marconi - Via Plinio, 44 - 00193 Roma

Dossiê temático org. por Camila Croce e Charles Feitosa  Fronteiras do agir entre arte, filosofia e política, in: Areté - International Journal  of Philosophy, Human & Social Sciences, VOLUME 6-2021 ISSN 2531-6249.

A ideia de organizar um dossiê em torno do tema da ação, na filosofia, nas artes e na política, surgiu em nossas conversas em meados de 2019, antes do advento da pandemia da COVID-19. A crise sanitária mundial alterou nossas vidas, mas não a relevância do tema aqui escolhido para debate, ao contrário, parece até mesmo que aumentaram sua urgência e intensidade. O vírus viraliza, aquém ou além do bem e do mal. A filosofia, por sua vez, tem propriedades virais e antivirais, pode atuar tanto uma vacina, quanto como um dispositivo inflamador das feridas existenciais. Quando tudo parece bem, basta ler um filósofo para ficar em dúvida sobre as certezas mais básicas da existência, seja sobre o sentido da vida, a diferença entre sonho e realidade, seja sobre o que é bom, verdadeiro ou belo. Quando, ao contrário, tudo parece estar em desiquilíbrio, tanto em termos econômicos, ecológicos, políticos ou emocionais, somos como que intimados a “parar para pensar”. As crises radicais, tais como a da atual pandemia, constituem uma oportunidade de reavaliação do modo como vínhamos vivendo até aqui, individual e coletivamente. [...] Precisamos desenvolver um cuidado estratégico e sistemático com os outros, mesmo que nos sejam estranhos, estrangeiros, desconhecidos. Uma das formas de resistir ao vírus é também pensar mais e melhor acerca das fronteiras da ação, nas artes, na filosofia e na política.

https://arete.unimarconi.it/category/vol-6-2021-en/?lang=en