Diretrizes para a Coluna Anpof

A Coluna Anpof tem como objetivo a publicação de artigos e ensaios produzidos pela comunidade filosófica que, além de dar visibilidade às pesquisas realizadas nas mais diversas áreas, busquem dialogar com questões contemporâneas a fim de contribuir para o debate público. Também são aceitos textos de homenagem, resenhas e traduções. 

As submissões devem ser feitas em língua portuguesa com extensão entre 500 e 1500 palavras. Os textos devem ser inéditos e podem ser produzidos por qualquer pessoa que pertença ou tenha pertencido a algum programa de pós-graduação brasileiro, contemplando estudantes de mestrado e doutorado. 

Ocasionalmente, os textos submetidos à Coluna Anpof podem ser divulgados, com a permissão das autoras e autores, no Estado da Arte ou no Le Monde Diplomatique Brasil, veículos com os quais temos parceria.

Os textos podem ser submetidos pelo email: comunicacao@anpof.org.br, indicando no campo "assunto": Submissão para a coluna anpof.

Será avaliada apenas a versão final do texto.


O Avesso do Direito: Do terror à banalidade do mal

Maria Borges

Professora de Filosofia da UFSC

25/10/2017 • Coluna ANPOF

Logo após à prisão provisória do Reitor da UFSC, eu me manifestei dizendo que o fato me fez lembrar a decisão do Tribunal Revolucionário do período do Terror, que havia lido na Conciergerie, Museu da Revolução Francesa. Em 11 de dezembro de 1793, o Presidente do tribunal revolu (…)

A FILOSOFIA DE PORCHAT: TECHNÉ, NEO-PIRRONISMO, PRAGMATISMO

José Crisóstomo de Souza

20/10/2017 • Coluna ANPOF

Durante seu percurso intelectual, Oswaldo Porchat Pereira veio a desenvolver, aos poucos, uma concepção filosófica própria, que chamou de neo-pirronismo, de ceticismo e – para neutralizar preconceitos – de “empirismo cético”. Antes de chegar a ela, porém, teve de se livrar, segundo ele nos conta, da “ideolog (…)

BRASIL 2018: verso a um novo acordo Katechontico

Evanildo Costeski

Coordenador de Programas Profissionais (UFC)

20/09/2017 • Coluna ANPOF

Como foi possível o golpe de 2016? São várias as explicações e os motivos. Não é minha intenção discorrer sobre todos os caminhos e as trilhas que levaram ao Impedimento parlamentar da Dilma. Todavia, em minha opinião, uma explicação sobrepõe-se: o g (…)

OPÇÕES REJEITADAS*

Roberto Mangabeira Unger

Universidade de Harvard

13/09/2017 • Coluna ANPOF

Despertamos num mundo particular: não apenas o mundo natural que habitamos, mas o mundo das instituições e práticas, incluindo as práticas discursivas, que avultam ao redor de nós. Para bem ou mal, estas práticas se situam entre nós e o quadro absoluto de referência, a vis&atild (…)

Filosofia no Brasil - Ensaios Metafilosóficos

Ivan Domingues

UFMG

02/09/2017 • Coluna ANPOF

Notícia sobre o Lançamento e Comentários Acabo de lançar pela Editora UNESP o livro de minha autoria Filosofia no Brasil: Legados e Perspectivas – Ensaios Metafilosóficos, culminando um momento importante em minha carreira, ao fazer um acerto de contas comigo mesmo, como filósofo, como intelect (…)

ABOLICIONISMO: ÉTICA E FUNDAMENTAÇÃO DOS DIREITOS ANIMAIS

Sônia T. Felipe

Professora aposentada do Depto de Filosofia UFSC

16/08/2017 • Coluna ANPOF

Originado do latim abolere, abolição refere uma ação de largar ou deixar de usar, extinguir, eliminar, suprimir ou fazer desaparecer instituições, leis e tradições. A proposta abolicionista trata de pôr fim a alguma prática institucionalizada, incluindo as leis que asseguraram sua legit (…)

UM DESAFIO PARA O PENSAMENTO: A CRISE BRASILEIRA E SUA SUPERAÇÃO

Carlos Sávio G. Teixeira

Professor Adjunto e Chefe do Departamento de Ciência Política da UFF
Doutor em Ciência Política pela USP

02/08/2017 • Coluna ANPOF

O Brasil experimenta atualmente uma crise cuja principal consequência é a desorientação do país. A tese que sustento é a de que o fundamento mais importante e menos reconhecido desta crise é moral: um antigo e persistente problema de desidentificação nacional, a ausência d (…)

(O ESTADO DA ARTE DA TEORIA CRÍTICA DA ESCOLA DE FRANKFURT) A CRÍTICA DAS FORMAS DE VIDA, DE RAHEL JAEGGI

Andreas Niederberger

Universidade de Duisburg-Essen

Tobias Weihrauch

Universidade de Duisburg-Essen

13/07/2017 • Coluna ANPOF

Jürgen Habermas introduziu o conceito de ação comunicativa em sua teoria como uma tentativa de superar as aporias da primeira geração da Teoria Crítica. Os escritos de Adorno e Horkheimer mostram – segundo Habermas – que qualquer ponto de referência utilizado para criticar a situaç&ati (…)

O Brasil não pode renunciar a filosofar, mas precisa refundar seu discurso-práxis desde sua condição e a partir de seus sujeitos epistemológico-políticos

Leno F. Danner

Universidade Federal de Rondônia G.P. Teoria Política Contemporânea

Vitor Cei

Universidade Federal de Rondônia G.P. Ética, Estética e Filosofia da Literatura

04/07/2017 • Coluna ANPOF

Historicamente, a Filosofia no Brasil costuma seguir padrões e métodos ditados pelos centros intelectuais que possuem tradições filosóficas próprias, como Alemanha, França, Inglaterra e Estados Unidos. No entanto, há vários anos assistimos no país à discussão sobre a (…)

COMO FAZER TEORIA POLÍTICA COM FOUCAULT? – O debate sobre a liberdade nas obras de Foucault

Karsten Schubert

University of Duisburg-Essen

19/06/2017 • Coluna ANPOF

Um dos problemas mais duradouros na discussão sobre Foucault tem sido o problema da liberdade. Mais precisamente, a questão é a seguinte: como a liberdade e a resistência podem ser pensadas e explicadas em uma teoria do poder e da subjetivação? Abordarei esse problema não falando sobre o próprio F (…)